Quarta-feira, 23 de Setembro de 2020

Nota sobre a nomeação do diretor-geral da Polícia Federal

NOTA CONJUNTA – Forças de segurança pública federais foram abandonadas mais uma vez

PEC 412: o egocentrismo corporativista na adversidade política da Segurança Pública sob o impacto da crise sanitária coronavírus COVID-19

Sinpef-ES integra união de forças para auxiliar famílias capixabas

Coronavírus: Sinpef-ES suspende atendimentos presenciais e disponibiliza canais online

A POLÍCIA FEDERAL
SOMOS NÓS!

04/05/2020

FORÇAS DE SEGURANÇA PúBLICA FEDERAIS ABANDONADAS

NOTA CONJUNTA


As entidades representativas de Policiais Federais e Policiais Rodoviários Federais tornam público o desrespeito e a falta de ética que vem sendo a marca do tratamento oferecido aos servidores federais de segurança pública pelo governo federal.

 

Em meio à maior crise de saúde vivenciada pela humanidade nas últimas décadas, a população brasileira se vê mergulhada na luta pela vida contra a pandemia da COVID-19. Na linha de frente desta guerra, servidores de saúde e de segurança pública da União, Estados e Municípios, têm dado repetidos exemplos de abnegação e desprendimento, com o risco e o sacrifício da própria vida no enfrentamento da doença.

 

O novo coronavírus não descansa e tampouco a criminalidade, a corrupção, o tráfico de drogas e a violência estão em quarentena, à espera dessa crise passar. Ao contrário, é neste momento, quando os olhos da população estão voltados para o número crescente de vítimas dessa pandemia, que a criminalidade aumenta seus esforços para, inclusive, se aproveitar e expandir suas redes.

 

Na noite deste sábado (2), o Senado da República finalizou a votação do plano emergencial de socorro financeiro a Estados e Municípios. Tal matéria já havia sido objeto de análise da Câmara dos Deputados, mas, em uma manobra articulada pela equipe econômica do Governo, um novo texto foi construído e relegou à vala comum os servidores públicos federais das áreas de Saúde e de Segurança Pública.

 

A despeito das diversas manifestações pluripartidárias de Senadores pela necessidade de proteção do Estado Brasileiro para com os profissionais que atuam na linha de frente durante a pandemia, o texto aprovado e publicado, seja por uma ardil articulação da equipe econômica do Governo, seja por uma inaceitável falha técnica, sacrificou todos os servidores federais da saúde e da segurança pública, com o congelamento de salários, promoções e progressões funcionais, ressalvando apenas os profissionais de saúde e segurança pública dos Estados, Distrito Federal e Municípios, além das Forças Armadas, numa discriminação injustificável.

 

Em um momento crítico, em que o empenho, a união e a luta de toda a humanidade contra um inimigo comum se fazem necessários, e quando as lideranças de médicos, enfermeiros e policiais surgem como um farol na escuridão, o Governo brasileiro, através de sua equipe econômica, arrisca abandonar seus agentes públicos à própria sorte, dando-lhes um tratamento indevido, injusto e absolutamente imerecido.

 

A Câmara dos Deputados tem o importante papel de trazer luz e correção a essa triste distorção e os servidores federais de saúde e segurança pública, e toda a sociedade brasileira contam com o empenho dos representantes do povo no Congresso Nacional.

 

FENAPEF – Federação Nacional dos Policiais Federais
FENAPRF – Federação Nacional dos Policiais Rodoviários Federais
ADPF – Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal

APCF – Associação Nacional dos Peritos Criminais Federais





    NOTÍCIAS

    Investigação contra desvios milionários no SUS deflagra mandados de busca e apreensão no ES

    Agentes federais cumprem oito mandados de busca e apreensão em cinco municípios capixabas no âmbito da “Operação Sem Misericórdia”, que investiga o desvio de mais de R$ 2 milhões de recursos do SUS destinados à Santa Casa de Santana do Livramento, no Rio Grande do Sul.   Os mandados estão sendo cumpridos em Vitória (um), Vila Velha (quatro), Afonso Cláudio (um), Venda Nova do Imigrante (um) e Sã...

    “O adoecimento mental faz parte de uma profissão de risco”, alerta especialista

    Homens e mulheres que atuam nas forças de segurança, muitas vezes, são vistos pelo estereótipo do “herói”. Pessoas fortes, quase invencíveis. Pessoas, muitas vezes, duras, corajosas, inquebráveis. E, muitas vezes, esquece-se que esses homens e mulheres são, sobretudo, pessoas. Seres humanos.   Em 2019, um estudo realizado pela Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef) apontou que se a Políci...

    Copas inicia trabalho de atenção à saúde dos profissionais da Segurança Pública no Estado

    O início dos trabalhos efetivos da Comissão Permanente de Atenção à Saúde dos Profissionais de Segurança Pública, Defesa Social e Justiça no Espirito Santo (Copas) ocorreu nesta quarta-feira, 9 de setembro, véspera da data em que marca o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio (10 de setembro).   A Copas foi instituída após portaria publicada em dezembro de 2019, pela Secretaria da Segura...

    Policiais aposentados estão autorizados a manter armas da ativa

    O diretor-geral da Polícia Federal, Rolando Alexandre de Souza, editou portaria autorizando que policiais federais mantenham as armas que utilizavam na ativa ao se aposentarem. Segundo a Federação Nacional dos Policiais Federais, a regra autoriza ainda que policiais já aposentados também poderão receber uma arma, se quiserem. A portaria entrará em vigor no dia 1º de outubro.   A Fenapef informou que a edição da portaria s...

    Fim do desconto da cota-parte pré-escolar para policiais federais

    A disputa pelo fim do desconto da parte dos policiais federais no auxílio pré-escolar chegou ao fim para os filiados de 19 estados, incluindo o Espírito Santo, que ajuizaram ação conjunta contestando o desconto. A diretoria jurídica da Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef) fechou acordo com a Advocacia Geral da União (AGU) para que cessem os descontos nos vencimentos dos servidores.   O acordo foi fechado com des...

    Inscrições abertas Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef)

    O III Congresso Brasileiro de Prevenção ao Suicídio será realizado nos dias 28 e 29 de agosto, 100% online e gratuito. Promovido pela (Associação Brasileira de Estudos e Prevenção ao Suicídio (Abeps), o encontro reunirá  estudiosos para discutir um dos principais problemas de saúde pública moderna no Brasil e no mundo, que é o suicídio. As inscrições podem ser feitas pelo site&nbs...

    Dois presos em flagrante no Estado por armazenar pornografia infantil

    A Operação Anteparus, com objetivo de combater difusão de arquivos contendo exploração sexual de crianças por meio da internet, foi deflagrada nesta quinta-feira e contou com a participação de 11 policiais federais. Foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão, nas residências dos investigados, nos municípios de Serra e Alegre.   Durante o cumprimento das buscas e varredura nas mídias encontradas nos ...

    Agentes federais em operação de combate ao tráfico de armas no ES

    A Operação Mercado das Armas, deflagrada nesta quarta-feira (29) pela Polícia Federal no Espírito Santo e em outros sete estados, mira suspeitos de integrarem grupo especializado na prática do crime de tráfico internacional de armas de fogo e acessórios.   Cerca de 130 policiais federais estão cumprindo 25 mandados de busca apreensão e um mandado de prisão preventiva no Espírito Santo, Paraná, Ceará...

    Comissão prepara diagnóstico e vai promover ações em prol da saúde dos agentes de segurança

    Quebrar os tabus em torno das necessidades e cuidados com a saúde mental, fazer um diagnóstico sobre como está a saúde física, mental e laboral de todos os profissionais de segurança pública, defesa social e justiça que atuam no Estado, além de desenvolver ações voltadas para o bem-estar dos agentes.   Essas são algumas das metas da Comissão Permanente de Atenção à Saúde ...

    Caso Maria Nilce: força-tarefa de agentes federais mudou a investigação criminal no Estado

    A estruturação de uma força-tarefa composta por agentes federais para investigar as circunstâncias da morte da jornalista e colunista social Maria Nilce, assassinada em 1989, contribuiu em muito para transformar o modo de conduzir as investigações criminais no Espírito Santo, já que havia sérias denúncias de comprometimento de alguns poucos servidores das polícias Civil e Militar.   Com o método de trabalho...

    Clique aqui para exibir mais notícias