Quarta-feira, 19 de Fevereiro de 2020

Polícia Federal é a instituição mais confiável entre os brasileiros, segundo pesquisa

Projeto social liderado por policial federal completa dois anos fazendo a diferença na vida de meninos capixabas

ARTIGO MARCUS FIRME - Policiais Federais: trabalho de defesa da sociedade e seus desafios

A POLÍCIA FEDERAL
SOMOS NÓS!

13/09/2019

SINDICATOS E PF DISCUTEM SAúDE EMOCIONAL NA CORPORAÇÃO

A Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef) – em parceria com o Sindicato dos Policiais Federais no Distrito Federal (Sindipol-DF), a Associação Nacional dos Peritos Criminais Federais (APCF), a Superintendência da Polícia Federal no Distrito Federal e a Diretoria de Gestão de Pessoal (DGP) da PF – realizaram nesta quinta-feira (12), em Brasília, a palestra “Felicidade e Produtividade no Ambiente de Trabalho”. Para um auditório cheio, no Instituto Nacional de Criminalística (INC), o professor da Universidade de Brasília (UnB) Wander Cléber Silva – que conduziu o bate-papo – refletiu sobre os caminhos para uma vida profissional e pessoal mais feliz.

 

“O sucesso na carreira e na vida é consequência da felicidade. A felicidade ajuda a alcançar resultados positivos; e, não, o contrário. E a chave para a felicidade é o autoconhecimento”, resumiu o doutor em Psicologia e mestre em Processos Comportamentais pela UnB. “A felicidade não é um caminho nem uma chegada. É o jeito que se caminha”, reforçou Wander Silva, ao final da palestra – uma das ações da Fenapef neste Setembro Amarelo, estabelecido pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como o mês de prevenção ao suicídio.

 

Ao observar a quantidade alarmante de policiais federais que tiraram a própria vida nos últimos anos, o presidente da Fenapef, Luís Antônio Boudens, destacou a importância do encontro. “É a primeira vez em que tantas instituições se unem para falar abertamente sobre este tema tão preocupante”, disse. “Vamos virar este jogo porque precisamos, porque o problema tem se tornado cada vez mais grave, porque temos mais experiência e porque estamos unidos. Vamos resgatar o espírito de corpo da Polícia Federal”, acrescentou Boudens.

 

Dados consolidados pela Fenapef mostram a ocorrência de 32 suicídios de policiais federais nos últimos dez anos (de 2009 a 2019). Quando analisado o período de 20 anos – de 1999 até 2019 – foram 49 suicídios mais sete tentativas. Dos 49 casos, 27 foram de agentes. A maior quantidade de suicídios ocorreu no Distrito Federal (sete) e no Rio de Janeiro (sete), seguidos de Santa Catarina (seis) e Paraná (quatro). Leia mais aqui.

 

PROVIDÊNCIAS – Conforme pontuou Luís Antônio Boudens, o fato de policiais cometerem suicídio no ambiente de trabalho deve ser visto como um alerta. “Sem atribuir culpa, é preciso que providências sejam tomadas”, defendeu o presidente da federação, ao ressaltar que a Polícia Federal carece de políticas permanentes direcionadas a esta problemática. 

 

Na avaliação do professor Wander Silva, é necessário falar sobre suicídio de forma clara, sem julgamentos ou preconceitos, de maneira adequada e por profissionais capacitados, como psicólogos e médicos”, disse.

Segundo o especialista, o acolhimento e a observação de colegas, no ambiente de trabalho, também são fundamentais. “Não se deve negligenciar nenhuma ameaça, nenhum sinal de tristeza, depressão ou outras doenças emocionais. Os locais de trabalho precisam de acolhimento, alegria, amorosidade”, destacou Silva.

 

Também prestigiaram a palestra, o diretor de Gestão de Pessoal do Departamento de Polícia Federal, Delano Cerqueira Bunn; o presidente do Sindipol-DF, Egídio Araújo; o superintendente da PF no Distrito Federal, Márcio Nunes de Oliveira; e o presidente da APCF, Marcos Camargo; além dos diretores da Fenapef Flávio Werneck (Jurídico), Júlio César Nunes (Estratégia Sindical) e Sérgio Pinheiro (Seguridade Social).

 

Rodas de conversa sobre qualidade de vida e saúde emocional na corporação serão promovidas pelo Departamento de Polícia Federal (DPF). Inscrições podem ser feitas pelo telefone (61) 2024-8700 ou por email: psicossocial.crh@dpf.gov.br


Fonte: Comunicação Fenapef


    NOTÍCIAS

    Artigo: Sindicalista na Polícia Federal, um caminho difícil

    Por Hélio de Carvalho Freitas Filho, vice-presidente do Sinpef-ES Dificilmente alguém que se disponha a entrar na Polícia Federal, submetendo-se a um certame extremamente concorrido e desgastante, que impõe uma rotina árdua de horas de estudo e cuidados com a preparação física, pensaria friamente, após finalmente obter êxito nesse propósito, em assumir simultaneamente as responsabilidades inerentes à atividade po...

    Polícia Federal é a instituição mais confiável para brasileiros

    Pesquisa feita pelo Instituto de Democracia, divulgada nesta segunda-feira (27) pelo jornal Valor, mostra que a Polícia Federal ficou em primeiro lugar na lista de instituições mais confiáveis entre os brasileiros. No levantamento foram ouvidas 2.009 pessoas em 151 municípios. 33% das pessoas afirmaram que "confiam muito" na Polícia Federal. Em seguida vieram as Igrejas, com 32%, 29% nas Forças Armadas, 20% na Polícia Militar e 15% em grup...

    Entenda a importância da PEC da Eficiência para a Segurança

    A Proposta de Emenda Constitucional 168/2019, também conhecida como PEC da Eficiência, é um projeto para modernizar a Polícia Federal. Elaborada pela Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef) e abraçada pelo deputado Aluisio Mendes (PSC-MA), ela defende, entre outros avanços, a entrada única pela base da carreira do policial federal e o ciclo completo de investigação. Abaixo, explicamos detalhadamente por que i...

    Levantamento alerta para direitos do servidor público estudante

    Recém-formado em Direito pela Universidade Federal do Espírito Santo, o policial federal Ricardo Abidala Keide elaborou um estudo que compara o que diz a legislação sobre os direitos do servidor estudante e o que de fato acontece nas corporações em situações que exigem horário especial. A conclusão é que, na prática, existe a chamada discricionariedade – isto é – uma análise de conveni&e...

    Presidente da Fenapef fala sobre crimes cibernéticos na UVV

    O presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef), Luís Antônio Boudens, fala nesta terça-feira (10) na Universidade de Vila Velha (ES) sobre a atuação do policial federal em crimes cibernéticos. O professor Roberto Darós, agente de polícia federal e especialista em segurança pública, será o mediador do debate.   Palestrantes e plateia vão discutir a “Sociedade Cibern&e...

    Estudantes se reúnem, ganham prêmios e debatem corrupção

    Estudantes do Ensino Médio de cinco escolas da Rede Pública de Ensino do Estado lotaram o auditório do Tribunal de Contas do Espírito Santo (TCE-ES) para participarem do III Encontro do Dia Internacional Contra a Corrupção na manhã desta sexta-feira (6). Eles também conheceram os vencedores do concurso de redação promovido pelo Focates (Fórum das Carreiras Típicas de Estado) e o Focco (Fórum Permanente de ...

    Agente fala sobre horário especial de servidor estudante

    Ao encaminhar seu Trabalho de Conclusão de Curso no departamento de Direito da Ufes ao Sinpef-ES, o policial federal Ricardo Abidala Keide escreveu uma carta em que relata à entidade representativa sobre sua experiência e os desafios dos agentes federais que são estudantes. O tema de seu TCC foi “Horário Especial de Servidor Estudante: Uma Abordagem a Partir Da Lei 8112/90 e da Constituição Federal”. Confira.   PÓS-ESCRITO...

    Policial federal na identificação de vítimas em Brumadinho

    “Ter contato com pessoas que de maneira abrupta e coletiva simplesmente desapareceram do convívio de seus amigos e familiares é algo transformador. Você percebe o quanto circunstâncias que você realmente não controla podem incidir sobre sua existência. Na verdade, tudo é tênue”.   Esse foi o sentimento que a tragédia de Brumadinho/MG deixou para o Papiloscopista Policial Federal Gabriel de Oliveira Urtiaga, que f...

    Atenção filiado: responda à enquete sobre futuras ações

    A Fenapef está realizando uma enquete entre os filiados para balizar futuras ações da entidade. O objetivo é saber se há concordância com as quatro pautas que foram selecionadas na última Assembleia Geral Extraordinária (AGE), realizada em Brasília, nos dias 19, 20 e 21 de novembro. Foram elas a Lei Orgânica da PF (projeto OPF), a modernização das investigações com protagonismo para o trabalho dos inv...

    Projeto social liderado por policial federal completa 2 anos

    O Capixaba Instituto Social, projeto presidido pelo policial federal e diretor de Comunicação do Sinpef-ES, Fabricio Sabaini, acaba de completar dois anos e vem fazendo a diferença para meninos de 13 a 19 anos, aliando futebol, disciplina e encaminhamento ao emprego. Mais de 100 jovens e adolescentes já foram atendidos.   A comemoração do aniversário do projeto foi na manhã deste sábado (23), no Tancredão, Vitóri...

    Clique aqui para exibir mais notícias