Quarta-feira, 19 de Fevereiro de 2020

Polícia Federal é a instituição mais confiável entre os brasileiros, segundo pesquisa

Projeto social liderado por policial federal completa dois anos fazendo a diferença na vida de meninos capixabas

ARTIGO MARCUS FIRME - Policiais Federais: trabalho de defesa da sociedade e seus desafios

A POLÍCIA FEDERAL
SOMOS NÓS!

19/07/2019

POLICIAIS FEDERAIS DESENVOLVEM PROJETO DE FUTEBOL PARA JOVENS

Dia 19 de julho é o Dia Nacional do Futebol. Um esporte que é, indiscutivelmente, a maior paixão do brasileiro. O fascínio pelo time do coração, a emoção do gol e o encantamento pelo drible perfeito seduzem pessoas de todas as idades. Mexe também com o sonho de jovens que almejam a carreira de jogador e, consequentemente, com a mudança da dura realidade imposta nas comunidades mais carentes.

 

O projeto Capixaba Instituto Social, idealizado e realizado por policiais federais e servidores de outras instituições, é um entre tantos outros que apostam nesse fascínio para transformar a realidade de meninos de áreas vulneráveis. “Para eles, o futebol é uma porta de entrada para uma nova possibilidade. Ainda que não seja a do glamour, fama e dinheiro dos jogadores profissionais renomados, que seja a vitória principal na vida, afastá-los do mundo das drogas e do tráfico, oferecendo novas opções. Antes, o ponto de encontro deles era em locais inadequados. Agora é aqui”, diz Fabricio Sabaini, policial federal e presidente do instituto.

 

Alan Cristian Aragão dos Santos, 19 anos, sabe o que isso significa. Há dois anos no projeto, conseguiu há três meses, por intermédio do instituto, seu primeiro emprego em um shopping. Filho mais velho de quatro irmãos, agora ele é o único na família que tem carteira assinada. O pai é pedreiro, no momento fazendo “bicos”, e a mãe é cuidadora de idosos. “Antes eu ficava em casa sem fazer nada. No projeto, encontro meus amigos e jogo bola. Agora, com o emprego, tenho o sonho de guardar dinheiro e comprar uma casa, pois moramos de aluguel”, relata.

Para ele, há outra alegria ainda maior do que o papo com os colegas e a bola sacudindo a rede. “O que mais fico feliz de trabalhar fora é poder ajudar em casa e, assim, tirar um pouco do peso das costas da minha mãe”, comemora o craque no futebol e na vida.

 

“O maior desafio é se aproximar desses meninos. Mas como fazer isso? Optamos pela linguagem universal do futebol. Eles estando aqui, temos a oportunidade de aconselhar, encaminhar para um curso, um estágio, um emprego. Mostrar a eles que a vida oferece mais do que o crime e as drogas. Já atendemos mais de 100 meninos desde a criação do projeto, há dois anos. Obtivemos muitas vitórias, algumas baixas. Mas cada menino que conseguimos encaminhar na vida já faz tudo valer a pena”, destaca Sabaini.

O projeto se mantém com a boa vontade dos envolvidos e com a ajuda das empresas parceiras. Quem comanda o time, que participa de campeonatos, é o professor de Educação Física e coordenador do projeto Thiago Campanha. “O viés esportivo é fundamental, mas acaba sendo uma consequência de algo muito maior”, ressalta.

Atualmente há meninos de 13 a 19 anos participando do projeto, a maioria da região da Ilha do Príncipe. João Vitor, hoje com 19 anos, participa do instituto desde os 17. Conta com orgulho que é o artilheiro do grupo. “Cheguei a fazer 16 gols em seis jogos”, gaba-se. Mas admite que integrar esse time é mais do que acertar a bola na rede. “Tudo mudou para mim, aqui eu me desligo do mundo, fico longe dos problemas”, diz o rapaz, que sonha em fazer Educação Física e dar aula, alimentando, assim, os sonhos de outros meninos como ele.





    NOTÍCIAS

    Artigo: Sindicalista na Polícia Federal, um caminho difícil

    Por Hélio de Carvalho Freitas Filho, vice-presidente do Sinpef-ES Dificilmente alguém que se disponha a entrar na Polícia Federal, submetendo-se a um certame extremamente concorrido e desgastante, que impõe uma rotina árdua de horas de estudo e cuidados com a preparação física, pensaria friamente, após finalmente obter êxito nesse propósito, em assumir simultaneamente as responsabilidades inerentes à atividade po...

    Polícia Federal é a instituição mais confiável para brasileiros

    Pesquisa feita pelo Instituto de Democracia, divulgada nesta segunda-feira (27) pelo jornal Valor, mostra que a Polícia Federal ficou em primeiro lugar na lista de instituições mais confiáveis entre os brasileiros. No levantamento foram ouvidas 2.009 pessoas em 151 municípios. 33% das pessoas afirmaram que "confiam muito" na Polícia Federal. Em seguida vieram as Igrejas, com 32%, 29% nas Forças Armadas, 20% na Polícia Militar e 15% em grup...

    Entenda a importância da PEC da Eficiência para a Segurança

    A Proposta de Emenda Constitucional 168/2019, também conhecida como PEC da Eficiência, é um projeto para modernizar a Polícia Federal. Elaborada pela Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef) e abraçada pelo deputado Aluisio Mendes (PSC-MA), ela defende, entre outros avanços, a entrada única pela base da carreira do policial federal e o ciclo completo de investigação. Abaixo, explicamos detalhadamente por que i...

    Levantamento alerta para direitos do servidor público estudante

    Recém-formado em Direito pela Universidade Federal do Espírito Santo, o policial federal Ricardo Abidala Keide elaborou um estudo que compara o que diz a legislação sobre os direitos do servidor estudante e o que de fato acontece nas corporações em situações que exigem horário especial. A conclusão é que, na prática, existe a chamada discricionariedade – isto é – uma análise de conveni&e...

    Presidente da Fenapef fala sobre crimes cibernéticos na UVV

    O presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef), Luís Antônio Boudens, fala nesta terça-feira (10) na Universidade de Vila Velha (ES) sobre a atuação do policial federal em crimes cibernéticos. O professor Roberto Darós, agente de polícia federal e especialista em segurança pública, será o mediador do debate.   Palestrantes e plateia vão discutir a “Sociedade Cibern&e...

    Estudantes se reúnem, ganham prêmios e debatem corrupção

    Estudantes do Ensino Médio de cinco escolas da Rede Pública de Ensino do Estado lotaram o auditório do Tribunal de Contas do Espírito Santo (TCE-ES) para participarem do III Encontro do Dia Internacional Contra a Corrupção na manhã desta sexta-feira (6). Eles também conheceram os vencedores do concurso de redação promovido pelo Focates (Fórum das Carreiras Típicas de Estado) e o Focco (Fórum Permanente de ...

    Agente fala sobre horário especial de servidor estudante

    Ao encaminhar seu Trabalho de Conclusão de Curso no departamento de Direito da Ufes ao Sinpef-ES, o policial federal Ricardo Abidala Keide escreveu uma carta em que relata à entidade representativa sobre sua experiência e os desafios dos agentes federais que são estudantes. O tema de seu TCC foi “Horário Especial de Servidor Estudante: Uma Abordagem a Partir Da Lei 8112/90 e da Constituição Federal”. Confira.   PÓS-ESCRITO...

    Policial federal na identificação de vítimas em Brumadinho

    “Ter contato com pessoas que de maneira abrupta e coletiva simplesmente desapareceram do convívio de seus amigos e familiares é algo transformador. Você percebe o quanto circunstâncias que você realmente não controla podem incidir sobre sua existência. Na verdade, tudo é tênue”.   Esse foi o sentimento que a tragédia de Brumadinho/MG deixou para o Papiloscopista Policial Federal Gabriel de Oliveira Urtiaga, que f...

    Atenção filiado: responda à enquete sobre futuras ações

    A Fenapef está realizando uma enquete entre os filiados para balizar futuras ações da entidade. O objetivo é saber se há concordância com as quatro pautas que foram selecionadas na última Assembleia Geral Extraordinária (AGE), realizada em Brasília, nos dias 19, 20 e 21 de novembro. Foram elas a Lei Orgânica da PF (projeto OPF), a modernização das investigações com protagonismo para o trabalho dos inv...

    Projeto social liderado por policial federal completa 2 anos

    O Capixaba Instituto Social, projeto presidido pelo policial federal e diretor de Comunicação do Sinpef-ES, Fabricio Sabaini, acaba de completar dois anos e vem fazendo a diferença para meninos de 13 a 19 anos, aliando futebol, disciplina e encaminhamento ao emprego. Mais de 100 jovens e adolescentes já foram atendidos.   A comemoração do aniversário do projeto foi na manhã deste sábado (23), no Tancredão, Vitóri...

    Clique aqui para exibir mais notícias