Sexta-feira, 26 de Abril de 2019

UM NOVO MODELO DE POLÍCIA PARA O BRASIL


A POLÍCIA FEDERAL
SOMOS NÓS!

24/08/2018

POLICIAL DO ES CRIA MÉTODO QUE AJUDA A ESCLARECER CRIMES COM ARMAS DE FOGO

Mesmo depois de o tiro disparado, cápsula pode ter pistas reveladoras como impressões digitais, mostra policial federal que também é físico.

 

Um policial federal do Espírito Santo desenvolveu um método que pode ajudar a esclarecer crimes com armas de fogo.

 

Na hora do tiro, o projétil é disparado pelo cano da pistola. Mas uma parte da munição não vai muito longe. É possível ver câmera lenta: após o disparo, a cápsula, que é a parte que envolve o cartucho, é lançada para trás do cano e cai perto da arma.

 

Na investigação de um crime, os peritos da polícia recolhem as cápsulas e levam para exames de balísticas na tentativa de identificar de qual arma partiu o disparo. Mas há mais de cinco anos, um policial federal do Espírito Santo, que também é formado em física, trabalha para mostrar que mesmo depois de um tiro disparado, essas cápsulas podem trazer pistas bem mais reveladoras: impressões digitais.

 

Na hora do tiro, há um atrito da munição com o cano da arma e também um deslocamento de ar quente. Por isso, fica difícil revelar impressões digitais. Difícil, mas não impossível, diz o policial.

 

“Com práticas simples e relativamente baratas, que podem ser aplicadas em qualquer laboratório forense de qualquer polícia do nosso país, a gente consegue sim chegar a resultados”, afirma o policial federal papiloscopista Carlos Magno Girelle.

 

O método que ele desenvolveu segue esta sequência: primeiro, a cápsula vai para um aquecedor elétrico, onde fica exposta ao vapor da substância cianoacrilato, que é usada para fazer cola instantânea. O vapor em contato com o metal já começa a revelar a impressão. Depois, a cápsula é mergulhada em um reagente químico. Na próxima etapa, um spray joga um corante fluorescente. No contraste com a luz dá para ver melhor a impressão digital.

 

Todo esse o processo dura menos de duas horas. A impressão está revelada, mas o formato cilíndrico da cápsula gera reflexos que atrapalham a visualização.

 

Um equipamento, feito no laboratório da Polícia Federal, resolve isso. A medida que a cápsula é girada em uma engrenagem, ela é fotografada. Depois, as fotos são unidas e está formada uma imagem panorâmica da impressão digital.

 

O método foi utilizado durante um ano no Espírito Santo. Em mais de mil análises, apenas cinco revelaram a impressão. O problema, segundo o policial, é a forma como as cápsulas foram recolhidas nos locais dos crimes.

 

“Eu tenho certeza que se ao invés de coletar essas evidências e jogar dentro de uma sacola e balançar, que é o que acontece hoje, e a gente fizer de uma forma apropriada como a gente propõe na pesquisa, essa estatística tende sim a melhorar”, diz Girelle.

 

Ele acha que deveriam ser usadas pinças e as cápsulas deveriam ficar em embalagens, que também foram inventadas lá. Com esses cuidados desde o começo da investigação, é bem maior a chance de que na munição disparada seja encontrada a identificação do criminoso.


Fonte: G1 Jornal Nacional


    NOTÍCIAS

    Eleição da Diretoria Executiva será dia 18 de abril

    O Sindicato dos Policiais Federais do Espirito Santo (Sinpef-ES) realiza, na próxima quinta-feira, 18 de abril, as eleições para a Diretoria Executiva e Conselho Fiscal da entidade. As urnas estarão distribuídas em diferentes pontos de acesso, com locais de votação em Vila Velha, Vitória, Cachoeiro de Itapemirim e São Mateus. Com mandato de dois anos, a nova gestão ficará à frente do Sindicato até 2021. &...

    Reforma da Previdência é debatida com parlamentares

    Para ampliar o debate sobre os impactos das mudanças no sistema previdenciário para as carreiras dos agentes de segurança pública, os representantes da União dos Policiais do Brasil (UPB) no Espírito Santo organizaram, na última segunda-feira, 01 de abril, um encontro com senadores, deputados federais e estaduais capixabas.   Realizado na sede do Tribunal de Contas do Estado, o debate foi intermediado pelo diretor da Federação...

    REFORMA DA PREVIDÊNCIA

    Policiais e bancada buscam espaço para mudança na Reforma da Previdência   Representantes da bancada capixaba estiveram presentes no encontro que debateu os impactos da Reforma da Previdência na carreira dos trabalhadores da segurança pública na manhã desta segunda-feira (1) na sede do Tribunal de Contas do Estado. A expectativa é de que haja espaço para mudanças da proposta do governo federal no Congresso, corrigindo pos...

    Segurança Pública: alegria efêmera

    A maior estrutura de segurança já montada para a posse de um presidente no país foi a da cerimônia do presidente Jair Bolsonaro, uma vez que a avaliação de risco também foi a mais elevada da história, após o ataque a faca sofrido durante a campanha eleitoral. Diante das inerentes preocupações e responsabilidades, cerca de seis mil agentes de segurança atuaram nesse evento, sendo cerca de 600 policiais federais, in...

    Eleições SINPEF/ES - Edital de Convocação

    Pelo presente Edital, o Presidente do Sindicato dos Policiais Federais no Estado do Espírito Santo – SINPEF/ES, faz saber que no dia 18 de abril de 2019, será realizada Eleições para Diretoria Executiva e Conselho Fiscal para a gestão 2019/2021, na forma do § 2° do Art. 21 do Estatuto do SINPEF/ES, no período das 12:00 às 17:00 horas, com urnas na Sede da Superintendência Regional da Polícia Federal sita à Rua Va...

    NOTA DE APOIO

    O Sindicato dos Policias Federais do Espirito Santo – SINPEF ES, neste ato representado por seu presidente, vem, por meio desta nota, PRESTAR TOTAL E IRRESTRITO APOIO ao Diretor Jurídico da Fenapef e Presidente do SINDIPOL/DF, Flávio Werneck, atacado injustamente em nota divulgada por entidade associativa da categoria de delegados federais.   Flávio Werneck, na condição de presidente do SINDIPOL/DF, ao conceder entrevista à imprensa, teceu c...

    Sinpef-ES participa de um dos maiores congressos nacionais sobre segurança pública

    A 17ª edição do Congresso Nacional dos Policiais Federais (Conapef), que foi realizada entre os dias 28 e 30 de novembro, em Curitiba, contou com representação do Sindicato dos Policiais Federais do Espírito Santo (Sinpef-ES). O evento, realizado pela Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef), reuniu autoridades, jornalistas e policiais federais, sendo uma das principais realizações da área.   Esta edi&cc...

    III SENAJU

    O Sindicato dos Policiais Federais do Espírito Santo (Sinpef-ES) esteve presente no terceiro Seminário Nacional das Diretorias Jurídicas dos Sindicatos dos Policiais Federais – III Senaju. O evento aconteceu no dia 27 de novembro, em Curitiba, e reuniu policiais federais, advogados e juristas de todo o país e teve como objetivo a discussão de temas relacionados ao sindicalismo, à Polícia Federal e à carreira única dentro do &oa...

    Agente da Polícia Federal aposentado integra delegação brasileira em Campeonato Internacional

      O Agente da Polícia Federal aposentado Nivaldo Leal de Carvalho, instrutor técnico da equipe de tiro esportivo do clube Álvares Cabral, foi convocado pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) para participar do Campeonato Internacional de Tiro Esportivo. A competição acontece de 12 a 18 de novembro, em Cali, na Colômbia.   Leal irá integrar a delegação brasileira, formada por atletas, médica, fisioter...

    Policial Federal defende primeira tese de doutorado em área de impressões digitais no Brasil

    Após cinco anos de pesquisa, o papiloscopista Carlos Magno Girelli, da Polícia Federal no Espírito Santo, defendeu sua tese de doutorado que criou uma nova técnica para estudo de impressões digitais no Brasil, favorecendo a elucidação de crimes com armas. A técnica identificou pela primeira vez suspeito de homicídio por impressões digitais em cartucho deflagrado e está abrangendo também o Rio de Janeiro, sendo us...

    Clique aqui para exibir mais notícias