Sabado, 23 de Março de 2019

UM NOVO MODELO DE POLÍCIA PARA O BRASIL


A POLÍCIA FEDERAL
SOMOS NÓS!

10/11/2017

CONGRESSO DEBATE NOVO MODELO DE INVESTIGAÇÃO CRIMINAL

Congresso sobre Segurança Pública em Vitória reúne mais de 100 participantes para debater soluções para sistema brasileiro. 

 

Na última quinta-feira, 09 de novembro, autoridades e profissionais da área de segurança pública, acadêmicos e a sociedade civil como um todo se reuniram para debater as falhas e a falência do sistema de segurança pública brasileiro. O “1º Congresso sobre Segurança Pública: O Novo Pacto Reformista da Sociedade Brasileira na Estruturação da Defesa Social” contou com a presença de mais de 100 participantes na Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), em Vitória.

 

Promovido pelo Sindicato dos Policiais Federais do Espírito Santo (Sinpef-ES), pela Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef) e pelo Programa de Pós-Graduação em Direito (PPGDir/Ufes), o congresso teve a palestra principal realizada pelo Mestre em Direito Processual Penal e Especialista em Direito Constitucional e em Ciência Policial e Investigação Criminal, Roberto Antônio Darós Malaquias, que falou sobre “Segurança Pública: O Novo Pacto Reformista Da Sociedade Brasileira na Estruturação na Defesa Social”.

 

Ainda participaram do debate o Juiz Carlos Eduardo Ribeiro Lemos, o diretor da OAB-ES, Rodrigo Reis Mazzei, e o professor da pós-graduação em Direito da Ufes Marcellus Polastri Lima. O presidente da Fenapef, Luís Antônio de Araújo Boudens, coordenou as atividades da mesa e fez a abertura do congresso.

 

Para Boudens, a sociedade precisa discutir a segurança pública para que possam ser encontradas soluções conjuntas para melhorar o sistema brasileiro. “Temos empecilhos corporativos que não deixam as mudanças acontecerem. Assistimos a implementação de vários planos nacionais, mas não vemos políticas públicas que ultrapassem quatro anos de governo. As soluções apresentadas aqui são opções baratas e que podem ser implementadas pelos governos e dar resultados efetivos. Nós, como brasileiros, temos que nos empenhar para que essas mudanças aconteçam”, reforçou.

 

Em sua fala, Roberto Antônio Darós Malaquias abordou a necessidade urgente de mudanças no modelo de segurança pública. “Temos um sistema falido, uma estrutura corporativa deficiente e um modelo de investigação criminal ultrapassado. Como resultado, tivemos 62 mil homicídios em 2016 e 437 policiais assassinados. É preciso encontrar soluções que reduzam e controlem a criminalidade”.

 

O palestrante ainda pontuou que o orçamento da segurança pública no país é mínimo. “Em 2016, foram gastos R$ 372 bilhões em recursos públicos e privados nesta área, sendo que R$ 267 bilhões foram investidos pela segurança privada. Isso significa um gasto público de R$ 1.810,00 por pessoa ao ano, o que dá um valor ínfimo de R$ 150 por mês. Isso nos mostra que estamos a anos luz do orçamento necessário para a segurança pública no Brasil. E precisamos entender que, junto com saúde e educação, segurança é um dos pilares do desenvolvimento do país. Não adianta termos um sem o outro”, frisou Darós.

 

Finalizando sua apresentação, Darós reafirmou que é preciso uma reestruturação no sistema. “Precisamos de um novo modelo de investigação criminal, que englobe, entre outras coisas, boa técnica, gestão da investigação e a busca da verdade. É preciso que a área criminal atue baseada em celeridade, eficiência e garantia dos direitos individuais e processuais”.

 

O presidente do Sinpef-ES, Marcus Firme dos Reis, comemorou a participação da sociedade e de autoridades no evento, reforçando que este debate é essencial para que as mudanças ocorram. “Só é possível alcançar melhorias quando discutimos o assunto e buscamos, conjuntamente, soluções. Eventos como este são um passo importante para a melhoria da segurança pública em nosso Estado e no Brasil”.

 

No encerramento do Congresso, Roberto Antônio Darós Malaquias realizou o lançamento de seu livro, “Segurança Pública: O Novo Pacto Reformista da Sociedade Brasileira na Estruturação da Defesa Social”, da editora Juruá. A obra foi o resultado da experiência de Darós na docência jurídica e na atividade policial, e propõe soluções para romper com as práticas atuais de Gestão Pública, que se encontram ultrapassadas e contribuem para a ineficiência do modelo de segurança. 

 


Fonte: SINPEF/EES


NOTÍCIAS

Segurança Pública: alegria efêmera

A maior estrutura de segurança já montada para a posse de um presidente no país foi a da cerimônia do presidente Jair Bolsonaro, uma vez que a avaliação de risco também foi a mais elevada da história, após o ataque a faca sofrido durante a campanha eleitoral. Diante das inerentes preocupações e responsabilidades, cerca de seis mil agentes de segurança atuaram nesse evento, sendo cerca de 600 policiais federais, in...

Eleições SINPEF/ES - Edital de Convocação

Pelo presente Edital, o Presidente do Sindicato dos Policiais Federais no Estado do Espírito Santo – SINPEF/ES, faz saber que no dia 18 de abril de 2019, será realizada Eleições para Diretoria Executiva e Conselho Fiscal para a gestão 2019/2021, na forma do § 2° do Art. 21 do Estatuto do SINPEF/ES, no período das 12:00 às 17:00 horas, com urnas na Sede da Superintendência Regional da Polícia Federal sita à Rua Va...

NOTA DE APOIO

O Sindicato dos Policias Federais do Espirito Santo – SINPEF ES, neste ato representado por seu presidente, vem, por meio desta nota, PRESTAR TOTAL E IRRESTRITO APOIO ao Diretor Jurídico da Fenapef e Presidente do SINDIPOL/DF, Flávio Werneck, atacado injustamente em nota divulgada por entidade associativa da categoria de delegados federais.   Flávio Werneck, na condição de presidente do SINDIPOL/DF, ao conceder entrevista à imprensa, teceu c...

Sinpef-ES participa de um dos maiores congressos nacionais sobre segurança pública

A 17ª edição do Congresso Nacional dos Policiais Federais (Conapef), que foi realizada entre os dias 28 e 30 de novembro, em Curitiba, contou com representação do Sindicato dos Policiais Federais do Espírito Santo (Sinpef-ES). O evento, realizado pela Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef), reuniu autoridades, jornalistas e policiais federais, sendo uma das principais realizações da área.   Esta edi&cc...

III SENAJU

O Sindicato dos Policiais Federais do Espírito Santo (Sinpef-ES) esteve presente no terceiro Seminário Nacional das Diretorias Jurídicas dos Sindicatos dos Policiais Federais – III Senaju. O evento aconteceu no dia 27 de novembro, em Curitiba, e reuniu policiais federais, advogados e juristas de todo o país e teve como objetivo a discussão de temas relacionados ao sindicalismo, à Polícia Federal e à carreira única dentro do &oa...

Agente da Polícia Federal aposentado integra delegação brasileira em Campeonato Internacional

  O Agente da Polícia Federal aposentado Nivaldo Leal de Carvalho, instrutor técnico da equipe de tiro esportivo do clube Álvares Cabral, foi convocado pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) para participar do Campeonato Internacional de Tiro Esportivo. A competição acontece de 12 a 18 de novembro, em Cali, na Colômbia.   Leal irá integrar a delegação brasileira, formada por atletas, médica, fisioter...

Policial Federal defende primeira tese de doutorado em área de impressões digitais no Brasil

Após cinco anos de pesquisa, o papiloscopista Carlos Magno Girelli, da Polícia Federal no Espírito Santo, defendeu sua tese de doutorado que criou uma nova técnica para estudo de impressões digitais no Brasil, favorecendo a elucidação de crimes com armas. A técnica identificou pela primeira vez suspeito de homicídio por impressões digitais em cartucho deflagrado e está abrangendo também o Rio de Janeiro, sendo us...

Policiais Federais apoiam o Outubro Rosa

O Sinpef-ES, em parceria com a Associação dos Policiais Federais do Espírito Santo (Apofes) e a Cooperativa de Crédito Mútuo dos Policiais Federais e Servidores da União no Espírito Santo (CredFederal), está apoiando a campanha Outubro Rosa realizada pela Associação Feminina de Educação e Combate ao Câncer (Afecc). No dia 03 de outubro, mais de 80 policiais federais se reuniram na loja e adquiram camisas do...

Policial do ES cria método que ajuda a esclarecer crimes com armas de fogo

Mesmo depois de o tiro disparado, cápsula pode ter pistas reveladoras como impressões digitais, mostra policial federal que também é físico.   Um policial federal do Espírito Santo desenvolveu um método que pode ajudar a esclarecer crimes com armas de fogo.   Na hora do tiro, o projétil é disparado pelo cano da pistola. Mas uma parte da munição não vai muito longe. É possível ver c&aci...

Saúde de operadores da Segurança Pública é tema de debate em reunião interinstitucional

Com uma rotina estressante, que envolve risco à vida a todo momento, os profissionais da segurança pública sofrem impactos direto na sua saúde física e mental. Para debater sobre o assunto e apresentar ações e projetos que possam melhorar a qualidade de vida desses profissionais, foi realizada a 1ª Reunião de Trabalho Interinstitucional de Atenção à Saúde dos Operadores da Segurança Pública no ...

Clique aqui para exibir mais notícias