Terça-feira, 20 de Novembro de 2018

UM NOVO MODELO DE POLÍCIA PARA O BRASIL


A POLÍCIA FEDERAL
SOMOS NÓS!

22/08/2017

MCEE SE POSICIONA CONTRA PROPOSTAS DE REFORMA POLÍTICA

MCEE se posiciona contra propostas de Reforma Política apresentadas pelo Congresso Nacional

 

O Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral no Espírito Santo (MCCE) divulga nota se posicionando contra as propostas de Reforma Política que vêm sendo conduzidas pelo Congresso Nacional. De acordo com a entidade, os deputados federais e senadores estão defendendo os interesses próprios em projetos que não espelham o anseio da sociedade e o ideal de democracia.

 

O Diretor de Comunicações do Sindicato dos Policiais Federais do Espírito Santo (Sinpef-ES), Fabrício Sabaini, que representa os Policiais Federais junto ao MCCE, pontua que a proposta de Reforma Política é ineficaz no aspecto de controle, aplicação e transparência do Fundo Especial de Financiamento da Democracia. “Em estudo comparado temos os exemplos de Portugal, Espanha e, notadamente, França, onde existe reembolso de percentual gasto nas campanhas e diferentes instrumentos de controle, inclusive percentual mínimo de sucesso nas eleições, não havendo destinação de verba diretamente aos partidos políticos. É de supor que os atuais congressistas conhecem ou deveriam conhecer este sistema, porém, preferem não discutir esse relevante aspecto, na intenção de que o recurso público seja aportado diretamente ao partido para dele dispor como bem entenderem, o que é, no mínimo, temerário”.  

 

Estudo comparado: Financiamento Partidário e Eleitoral – Alemanha, França, Portugal e Espanha

 

http://www2.camara.leg.br/a-camara/documentos-e-pesquisa/estudos-e-notas-tecnicas/areas-da-conle/tema3/2012_22272.pdf

 

NOTA MCCE

 

REFORMA​ ​POLÍTICA: ​INTERESSES​ ​(IM)PRÓPRIOS

 

Mudanças almejadas por grande parte dos parlamentares objetiva reeleição e esquece a discussão com a sociedade

 

O Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral – MCCE, por meio de seu Comitê capixaba, se posiciona publicamente contra propostas da Reforma Política que vêm sendo conduzidas de maneira imprópria pelo Congresso Nacional. 

 

Grande parte dos representantes do legislativo federal faz pouco caso do axioma jurídico de que “todo poder emana do povo, e em seu nome deve ser exercido”, regra recepcionada como pilar fundamental da Constituição da República, no parágrafo único, do artigo 1º, da Carta Magna.

 

Não é crível que em meio à mais grave crise econômica e política que o país enfrenta após o advento da Constituição possam os senhores deputados e senadores defenderem interesses próprios em projetos que não espelham o anseio da sociedade e o ideal de democracia. 

 

Partindo​ ​desses​ ​pressupostos,​ ​o​ ​MCCE-ES​ ​se​ ​manifesta​ ​taxativamente: 

 

1) contra o financiamento público das campanhas, sob criação do espúrio Fundo Especial de Financiamento da Democracia, na ordem de R$ 3,6 bilhões, com destinação direta aos partidos políticos e sem a inclusão de nenhum instrumento de​ ​controle​ ​da​ ​aplicação​ ​dessa​ ​verba; 

 

2)​ ​​ ​a​ ​favor​ ​do​ ​voto​ ​distrital​ ​misto​ ​como​ ​modelo​ ​já​ ​para​ ​2018; 

 

3) a favor da possibilidade de revogação popular de mandatos eletivos no Executivo​ ​(“recall”),​ ​quando​ ​o​ ​político​ ​descumprir​ ​propostas​ ​de​ ​campanha; 

 

4)​ ​​ ​pelo​ ​fim​ ​das​ ​coligações​ ​partidárias,​ ​já​ ​a​ ​partir​ ​de​ ​2018; 

 

5) pela criação de cláusula de barreira, com percentual mínimo de 5% dos votos válidos – evitando surgimento de legendas de aluguel, considerando a existência atual​ ​de​ ​35​ ​partidos​ ​registrados;​ ​e 

 

6)​ ​​ ​pelo​ ​fim​ ​da​ ​figura​ ​do​ ​suplente​ ​de​ ​senadores. 

 

Em vez de optar por ações concretas de depuração política, o Congresso se divide em ações fisiológicas, sem atacar problemas centrais. Em vez de discutir por que as campanhas são caras e se voltar à criminalização do Caixa 2, está prestes a votar um modelo de sistema inexistente no mundo: o “Distritão misto”, que fatalmente beneficiará os próprios parlamentares com mandato. 

 

Há sistemas de financiamento consagrados que poderiam lastrear a discussão com a sociedade, em vez de se partir para a discussão fechada e açodada, com modelos pouco conhecidos ou jamais testados. Na França, o sistema público de reembolso é uma tendência, e há clara separação entre o financiamento dos partidos e o financiamento das eleições. 

 

Não há mais espaço para artimanhas políticas que ao final não conduzem a reformas efetivas, mas criam mecanismos para favorecer a permanência de velhos personagens, com reais chances de gerar novas despesas e aumento da carga tributária. 

 

Também na contramão de medidas para alcançar o necessário ajuste fiscal, não se percebe por parte do Governo qualquer medida para reduzir a imensa lista de cargos comissionados, que alcança 35% da folha de pagamento da União. 

 

A sociedade não pode se vergar à utilização de mandatos políticos para defesa de interesses próprios. Seus representantes devem votar na estrita observância dos anseios da coletividade, a fim de criar mecanismos de representatividade verdadeiramente democrática para alcançar os objetivos fundamentais da República, de construir uma sociedade livre e justa, garantir o

 

desenvolvimento nacional, erradicar a pobreza e a marginalização, reduzir as desigualdades sociais e regionais, e promover o bem de todos.

 

Entidades​ ​signatárias,​ ​componentes​ ​do​ ​MCCE/ES: 

 

OAB/ES​ ​–​ ​Comissão​ ​de​ ​Combate​ ​à​ ​Corrupção​ ​e​ ​à​ ​Impunidade

Sindicato​ ​dos​ ​Policiais​ ​Federais​ ​do​ ​Espírito​ ​Santo

ONG​ ​Transparência​ ​Capixaba

Fórum​ ​das​ ​Carreiras​ ​Típicas​ ​de​ ​Estado​ ​do​ ​Espírito​ ​Santo

Conselho​ ​Regional​ ​de​ ​Contabilidade​ ​–​ ​Esp

 


Fonte: SINPEF/EES


    NOTÍCIAS

    Agente da Polícia Federal aposentado integra delegação brasileira no Campeonato Internacional de

      O Agente da Polícia Federal aposentado Nivaldo Leal de Carvalho, instrutor técnico da equipe de tiro esportivo do clube Álvares Cabral, foi convocado pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) para participar do Campeonato Internacional de Tiro Esportivo. A competição acontece de 12 a 18 de novembro, em Cali, na Colômbia.   Leal irá integrar a delegação brasileira, formada por atletas, médica, fisioter...

    Policial Federal defende primeira tese de doutorado em área de impressões digitais no Brasil

    Após cinco anos de pesquisa, o papiloscopista Carlos Magno Girelli, da Polícia Federal no Espírito Santo, defendeu sua tese de doutorado que criou uma nova técnica para estudo de impressões digitais no Brasil, favorecendo a elucidação de crimes com armas. A técnica identificou pela primeira vez suspeito de homicídio por impressões digitais em cartucho deflagrado e está abrangendo também o Rio de Janeiro, sendo us...

    Policiais Federais apoiam o Outubro Rosa

    O Sinpef-ES, em parceria com a Associação dos Policiais Federais do Espírito Santo (Apofes) e a Cooperativa de Crédito Mútuo dos Policiais Federais e Servidores da União no Espírito Santo (CredFederal), está apoiando a campanha Outubro Rosa realizada pela Associação Feminina de Educação e Combate ao Câncer (Afecc). No dia 03 de outubro, mais de 80 policiais federais se reuniram na loja e adquiram camisas do...

    Policial do ES cria método que ajuda a esclarecer crimes com armas de fogo

    Mesmo depois de o tiro disparado, cápsula pode ter pistas reveladoras como impressões digitais, mostra policial federal que também é físico.   Um policial federal do Espírito Santo desenvolveu um método que pode ajudar a esclarecer crimes com armas de fogo.   Na hora do tiro, o projétil é disparado pelo cano da pistola. Mas uma parte da munição não vai muito longe. É possível ver c&aci...

    Saúde de operadores da Segurança Pública é tema de debate em reunião interinstitucional

    Com uma rotina estressante, que envolve risco à vida a todo momento, os profissionais da segurança pública sofrem impactos direto na sua saúde física e mental. Para debater sobre o assunto e apresentar ações e projetos que possam melhorar a qualidade de vida desses profissionais, foi realizada a 1ª Reunião de Trabalho Interinstitucional de Atenção à Saúde dos Operadores da Segurança Pública no ...

    MCCE defende escolha de Conselheiro de Contas conforme a Constituição Estadual

    O Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral no Espírito Santo (MCCE) integrado pelo Sindicato dos Policiais Federais do Espírito Santo (Sinpef-ES) e outras entidades signatárias, se posicionaram em nota, contra indicações para o cargo de Conselheiro de Contas do Estado. No entanto, o Movimento é favorável à escolha baseada nos critérios determinados na Constituição Estadual, no § 1°, do ar...

    Novos convênios assinados em assembleia

    Na última sexta-feira, 06 de julho, o Sindicato dos Policiais Federais do Espírito Santo (Sinpef-ES) realizou uma Assembleia Geral Extraordinária na sede do Sindicato, em Vitória. O evento foi realizado para apresentar um resumo de novas ações judiciais, que o Sindicato dará entrada nos próximos meses e beneficiará os sindicalizados.   Na ocasião, também foram apresentados dois novos convênios. O primeiro, ...

    Susp é criado com vetos que desvalorizam operadores de segurança

    Foi sancionada pelo presidente Michel Temer, no dia 11 de junho, a lei que cria o Sistema Único de Segurança Pública (Susp) e a Política Nacional de Segurança Pública e Defesa Social. O Susp será coordenado pelo Ministério Extraordinário da Segurança Pública e tem como principal objetivo a integração dos órgãos de segurança e inteligência, a padronização de informa&...

    Sindicato passa a integrar o Focates

      O Sindicato dos Policiais Federais do Espírito Santo (Sinpef-ES) assinou, na última sexta-feira, 15, sua entrada no Fórum de Carreiras Típicas do Estado do Espírito Santo (Focates). A associação reúne entidades sindicais e associativas das Administrações Públicas Federais, Estaduais e Municipais, representativas de carreiras que desenvolvem atividades essenciais e exclusivas do Estado Brasileiro nos Poderes Exec...

    Sindicato reúne policiais federais aposentados

      Na última quinta-feira, 14 de junho, o Sindicato dos Policiais Federais do Espírito Santo (Sinpef-ES) realizou o Encontro dos Aposentados e Pensionistas. Com a presença de cerca de 40 filiados, o café organizado especialmente para o grupo foi um momento de atualização sobre as demandas da categoria e também de reencontro com os colegas.   Na pauta do bate-papo, foram repassadas informações sobre as negociaç&otil...

    Clique aqui para exibir mais notícias