Terça-feira, 20 de Novembro de 2018

UM NOVO MODELO DE POLÍCIA PARA O BRASIL


A POLÍCIA FEDERAL
SOMOS NÓS!

28/07/2017

SINPEF-ES PASSA A INTEGRAR ORGANIZAÇÃO INTERNACIONAL

O presidente do Sindicato dos Policiais Federais do Espírito Santo (Sinpef-ES) e Diretor Parlamentar da Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef), Marcus Firme dos Reis, participou, nesta quarta e quinta-feira, 26 e 27 de julho, da assembleia geral de 2017 da Organização Internacional de Policiais de Língua Portuguesa (OIP), vinculada à Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP). O evento ocorreu na sede da CPLP, localizada em Lisboa, Portugal.

 

Reunindo representantes da segurança pública da África, do Brasil e de Portugal, o encontro discutiu temas comuns aos policiais de origem lusófona como direitos de greve e cidadania dos policiais, os diferentes modelos de polícia adotados nos países membros da OIP. Também foi aprovada a filiação de sete novas entidades classistas policiais, incluindo o Sinpef-ES, que passam a integrar a organização internacional.

 

Os presentes também aprovaram, por unanimidade, durante a assembleia geral quatro moções com os seguintes pontos:

 

1) A OIP/CPLP repudia os Governos dos Estados do Rio de Janeiro e do Rio Grande do Sul pelo atraso no pagamento de salários e demais verbas alimentares a seus servidores, bem como as condições desumanas de trabalho dos Policiais e a manutenção de presos em Delegacias, atribuições que não cabem aos Policiais Civis;

 

2) A OIP/CPLP repudia a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) brasileiro, de impedir o direito fundamental à greve dos policiais, previsto na Constituição da República Federativa do Brasil e apoia a representação feita por seus membros contra o Estado Brasileiro junto à Organização Internacional do Trabalho (OIT);

 

3) A OIP/CPLP desenvolverá gestões junto à Organização Mundial da Saúde (OMS) e Organização Mundial do Trabalho (OIT), visando ao estudo das condições de saúde mental dos policiais e suas implicações ocupacionais e previdenciárias;

 

4) A OIP/CPLP irá instituir uma comissão para o estudo do modelo de carreira policial com entrada única, visando que o conjunto de experiências transnacionais venha a debate, visando uma melhor estruturação do sistema policial dos países membros.

  

Eleição de nova direção

 

Durante o evento, também foram eleitos os membros dos órgãos permanentes da OIP para o triênio 2017-2020. A entidade continuará sendo dirigida pelo presidente da Confederação Brasileira de Trabalhadores Policiais Civis (Cobrapol), Jânio Bosco Gandra, após Cabo Verde abrir mão de seu direito de presidir a entidade e indica-lo.

 

O presidente da Fenapef, Luís Antônio de Araújo Boudens, assume a vice-presidência América, o que coloca a Federação como representante da OIP neste continente. O presidente do Sinpef-ES, Marcus Firme dos Reis, será vice-presidente do Conselho de Fiscalização e Disciplina; e o presidente do Sindicato dos Servidores do Departamento de Polícia Federal de São Paulo (Sindpolf-SP), Alexandre Sally, foi eleito Secretário de Relações Internacionais.

 

“A filiação dos sindicatos representantes das categorias policiais brasileiras que estavam presentes neste encontro e também a participação na diretoria de um organismo internacional como este é de grande importância. Neste espaço, temos a oportunidade de participar de eventos e fazer um intercâmbio com policiais de outros países. Nestes dois dias, já pudemos constatar que os problemas são muito parecidos e poder realizar um debate com outros países, que falam a mesma língua que a nossa e tem uma origem próxima, vem ajudar na busca por melhorias na segurança pública”, afirma Marcus Firme dos Reis.

 

Fundada em 2013, a OIP é uma organização internacional não‐governamental, com sede em Brasília, que busca apoiar as melhorias nas condições de trabalho dos policiais. Entre os objetivos da Organização estão a articulação das entidades representativas das polícias de língua portuguesa; e a promoção, a defesa e o desenvolvimento da profissão policial, com a função primordial de garantir a segurança, a ordem e a paz pública aos cidadãos. A OIP tem, ainda, entre suas atribuições, apoiar as entidades membros na melhoria das condições de trabalho e sociais dos policiais.

  

Direito à greve

 

Um dos assuntos que esteve na pauta de discussão da reunião da Organização Internacional de Policiais de Língua Portuguesa foi o direito à greve. No Brasil, o Supremo Tribunal Federal (STF) declarou, em abril de 2017, inconstitucional o direito de greve de servidores públicos de órgãos de segurança e decidiu proibir qualquer forma de paralisação nas carreiras da polícia. Em Portugal, as entidades representativas da categoria também estão proibidas de fazer greve. Em Moçambique, a situação dos policiais neste campo é ainda mais complicada e vai além da proibição do direito à greve. Já em Cabo Verde, a greve das forças de segurança não é proibida por lei.

 

No encontro, os representantes de sindicatos e associações participantes defenderam que as forças de segurança devem ter o direito à greve. "Fizemos muitas greves, mesmo a nível nacional, o que levou à criação de mecanismos para nos proibir. A confederação e as lideranças estaduais sempre foram promotoras deste direito consagrado aos trabalhadores. Na medida que é permitido que estejamos organizados em sindicatos, enquanto polícias, não vemos problemas em termos os mesmos direitos de qualquer cidadão, nomeadamente o da greve", afirmou Jânio Bosco Gandra, presidente da OIP e da Cobrapol.


Fonte: SINPEF/EES


    NOTÍCIAS

    Agente da Polícia Federal aposentado integra delegação brasileira no Campeonato Internacional de

      O Agente da Polícia Federal aposentado Nivaldo Leal de Carvalho, instrutor técnico da equipe de tiro esportivo do clube Álvares Cabral, foi convocado pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) para participar do Campeonato Internacional de Tiro Esportivo. A competição acontece de 12 a 18 de novembro, em Cali, na Colômbia.   Leal irá integrar a delegação brasileira, formada por atletas, médica, fisioter...

    Policial Federal defende primeira tese de doutorado em área de impressões digitais no Brasil

    Após cinco anos de pesquisa, o papiloscopista Carlos Magno Girelli, da Polícia Federal no Espírito Santo, defendeu sua tese de doutorado que criou uma nova técnica para estudo de impressões digitais no Brasil, favorecendo a elucidação de crimes com armas. A técnica identificou pela primeira vez suspeito de homicídio por impressões digitais em cartucho deflagrado e está abrangendo também o Rio de Janeiro, sendo us...

    Policiais Federais apoiam o Outubro Rosa

    O Sinpef-ES, em parceria com a Associação dos Policiais Federais do Espírito Santo (Apofes) e a Cooperativa de Crédito Mútuo dos Policiais Federais e Servidores da União no Espírito Santo (CredFederal), está apoiando a campanha Outubro Rosa realizada pela Associação Feminina de Educação e Combate ao Câncer (Afecc). No dia 03 de outubro, mais de 80 policiais federais se reuniram na loja e adquiram camisas do...

    Policial do ES cria método que ajuda a esclarecer crimes com armas de fogo

    Mesmo depois de o tiro disparado, cápsula pode ter pistas reveladoras como impressões digitais, mostra policial federal que também é físico.   Um policial federal do Espírito Santo desenvolveu um método que pode ajudar a esclarecer crimes com armas de fogo.   Na hora do tiro, o projétil é disparado pelo cano da pistola. Mas uma parte da munição não vai muito longe. É possível ver c&aci...

    Saúde de operadores da Segurança Pública é tema de debate em reunião interinstitucional

    Com uma rotina estressante, que envolve risco à vida a todo momento, os profissionais da segurança pública sofrem impactos direto na sua saúde física e mental. Para debater sobre o assunto e apresentar ações e projetos que possam melhorar a qualidade de vida desses profissionais, foi realizada a 1ª Reunião de Trabalho Interinstitucional de Atenção à Saúde dos Operadores da Segurança Pública no ...

    MCCE defende escolha de Conselheiro de Contas conforme a Constituição Estadual

    O Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral no Espírito Santo (MCCE) integrado pelo Sindicato dos Policiais Federais do Espírito Santo (Sinpef-ES) e outras entidades signatárias, se posicionaram em nota, contra indicações para o cargo de Conselheiro de Contas do Estado. No entanto, o Movimento é favorável à escolha baseada nos critérios determinados na Constituição Estadual, no § 1°, do ar...

    Novos convênios assinados em assembleia

    Na última sexta-feira, 06 de julho, o Sindicato dos Policiais Federais do Espírito Santo (Sinpef-ES) realizou uma Assembleia Geral Extraordinária na sede do Sindicato, em Vitória. O evento foi realizado para apresentar um resumo de novas ações judiciais, que o Sindicato dará entrada nos próximos meses e beneficiará os sindicalizados.   Na ocasião, também foram apresentados dois novos convênios. O primeiro, ...

    Susp é criado com vetos que desvalorizam operadores de segurança

    Foi sancionada pelo presidente Michel Temer, no dia 11 de junho, a lei que cria o Sistema Único de Segurança Pública (Susp) e a Política Nacional de Segurança Pública e Defesa Social. O Susp será coordenado pelo Ministério Extraordinário da Segurança Pública e tem como principal objetivo a integração dos órgãos de segurança e inteligência, a padronização de informa&...

    Sindicato passa a integrar o Focates

      O Sindicato dos Policiais Federais do Espírito Santo (Sinpef-ES) assinou, na última sexta-feira, 15, sua entrada no Fórum de Carreiras Típicas do Estado do Espírito Santo (Focates). A associação reúne entidades sindicais e associativas das Administrações Públicas Federais, Estaduais e Municipais, representativas de carreiras que desenvolvem atividades essenciais e exclusivas do Estado Brasileiro nos Poderes Exec...

    Sindicato reúne policiais federais aposentados

      Na última quinta-feira, 14 de junho, o Sindicato dos Policiais Federais do Espírito Santo (Sinpef-ES) realizou o Encontro dos Aposentados e Pensionistas. Com a presença de cerca de 40 filiados, o café organizado especialmente para o grupo foi um momento de atualização sobre as demandas da categoria e também de reencontro com os colegas.   Na pauta do bate-papo, foram repassadas informações sobre as negociaç&otil...

    Clique aqui para exibir mais notícias