Terça-feira, 16 de Outubro de 2018

UM NOVO MODELO DE POLÍCIA PARA O BRASIL


A POLÍCIA FEDERAL
SOMOS NÓS!

03/04/2017

ASSEMBLEIA GERAL CONSOLIDA UNIÃO DE LIDERANÇAS SINDICAIS PARA AS LUTAS DA CATEGORIA

O Assembleia Geral Extraordinária da Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef) contou com a presença da diretoria da Fenapef e conselho de representantes, formado pelos presidentes dos 27 sindicatos, mas também, de forma inédita, recebeu a presença de Conselho Consultivo da Fenapef, formado pelos ex-presidentes da entidade Francisco Carlos Garisto, Naziazeno Florentino Santos Junior (Filé), Paulo -Roberto Poloni Barreto, João Valderi e Jones Borges Leal.

 

Durante a AGE foram tratados diversos temas de interesse da categoria e definida estratégias de ação, como as lutas contra a reforma da Previdência Social que exclui da Constituição Federal o artigo que reconhece a atividade de risco dos profissionais de segurança pública nos critérios de concessão da aposentadoria. Na iminência da leitura do relatório da Proposta de Emenda Constitucional – PEC 287/16 prevista para a próxima semana, o conselho de representantes, aprovou a realização de manifestações nos estados e Distrito Federal, a fim de pressionar os parlamentares contra o texto da reforma.

 

O diretor parlamentar, Marcus Firme, apresentou o andamento do projeto no Congresso Nacional e o trabalho da assessoria parlamentar da Fenapef junto aos deputados e senadores pela não aprovação da PEC. “Eu penso que o trabalho tem que ser conjunto, uma luta de todos para alcançar os deputados de todos os estados”.

 

O presidente da FenaPRF, Pedro da Silva Cavalcanti, esteve presente na AGE e reafirmou a necessidade da união das polícias. De acordo com ele, a próxima semana será um divisor de águas no que diz respeito à reforma da Previdência. “Todo esforço da minha parte é para caminharmos em parceria. Manter a união entre a Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal é de extrema importância neste momento”.

 

O deputado federal Aluísio Mendes compareceu à AGE e comentou sobre a tramitação da reforma da previdência na Câmara e Senado. O parlamentar afirmou que da forma como está, o texto da reforma não será aprovado. “Os argumentos e fundamentos usados pelos parlamentares são muito fortes para não aprovação da PEC 287/2016”.

 

O congressista pediu aos presidentes dos sindicatos dos Policiais Federais presentes na AGE para que continuem a tática de pressão contra a reforma junto aos deputados de seus estados. “Quero aproveitar para fazer um apelo para que os presidentes dos sindicatos procurem os deputados de seus estados para reforçar essa luta, principalmente nessa semana em que será feita a leitura do relatório”.

 

Presentes na AGE, representantes da Pública Central do Servidor palestraram sobre a reforma da Previdência. “O processo de reforma da Previdência está totalmente equivocado. Só veio para sucatear o funcionalismo público”, afirmou Nilton Paixão, presidente da entidade.

 

A regulamentação da Lei 12.855/2013, que institui a Indenização de Fronteira e áreas de difícil provimento, também foi pauta na assembleia. Os presidentes dos sindicatos dos policiais federais defenderam a necessidade de uma política mais dura junto ao ministro da Justiça e autoridades competentes para a regulamentação da referida lei.

 

No encerramento da AGE, a diretoria jurídica fez esclarecimentos sobre a contribuição sindical, processo dos 28%, ação de assédio moral coletiva e quebra de interstício, além de debater com os presidentes e conselheiros temas da pasta que foram demandados.

 

Para o presidente Boudens, a AGE e AGO foram muito importantes e significativas, pois marcaram a união de todos os sindicatos e sindicalistas nas lutas da categoria: “Sempre trabalharmos pela união de forças e essa assembleia congregou não só a diretoria da Fenapef e o Conselho de Representantes, mas também o Conselho Consultivo formado pelos ex-presidentes da Fenapef, consolidando uma nova fase de trabalho em benefício da Fenapef e seus sindicalizados”, concluiu. 


Fonte: Agência Fenapef


    NOTÍCIAS

    Policial Federal defende primeira tese de doutorado em área de impressões digitais no Brasil

    Após cinco anos de pesquisa, o papiloscopista Carlos Magno Girelli, da Polícia Federal no Espírito Santo, defendeu sua tese de doutorado que criou uma nova técnica para estudo de impressões digitais no Brasil, favorecendo a elucidação de crimes com armas. A técnica identificou pela primeira vez suspeito de homicídio por impressões digitais em cartucho deflagrado e está abrangendo também o Rio de Janeiro, sendo us...

    Policiais Federais apoiam o Outubro Rosa

    O Sinpef-ES, em parceria com a Associação dos Policiais Federais do Espírito Santo (Apofes) e a Cooperativa de Crédito Mútuo dos Policiais Federais e Servidores da União no Espírito Santo (CredFederal), está apoiando a campanha Outubro Rosa realizada pela Associação Feminina de Educação e Combate ao Câncer (Afecc). No dia 03 de outubro, mais de 80 policiais federais se reuniram na loja e adquiram camisas do...

    Policial do ES cria método que ajuda a esclarecer crimes com armas de fogo

    Mesmo depois de o tiro disparado, cápsula pode ter pistas reveladoras como impressões digitais, mostra policial federal que também é físico.   Um policial federal do Espírito Santo desenvolveu um método que pode ajudar a esclarecer crimes com armas de fogo.   Na hora do tiro, o projétil é disparado pelo cano da pistola. Mas uma parte da munição não vai muito longe. É possível ver c&aci...

    Saúde de operadores da Segurança Pública é tema de debate em reunião interinstitucional

    Com uma rotina estressante, que envolve risco à vida a todo momento, os profissionais da segurança pública sofrem impactos direto na sua saúde física e mental. Para debater sobre o assunto e apresentar ações e projetos que possam melhorar a qualidade de vida desses profissionais, foi realizada a 1ª Reunião de Trabalho Interinstitucional de Atenção à Saúde dos Operadores da Segurança Pública no ...

    MCCE defende escolha de Conselheiro de Contas conforme a Constituição Estadual

    O Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral no Espírito Santo (MCCE) integrado pelo Sindicato dos Policiais Federais do Espírito Santo (Sinpef-ES) e outras entidades signatárias, se posicionaram em nota, contra indicações para o cargo de Conselheiro de Contas do Estado. No entanto, o Movimento é favorável à escolha baseada nos critérios determinados na Constituição Estadual, no § 1°, do ar...

    Novos convênios assinados em assembleia

    Na última sexta-feira, 06 de julho, o Sindicato dos Policiais Federais do Espírito Santo (Sinpef-ES) realizou uma Assembleia Geral Extraordinária na sede do Sindicato, em Vitória. O evento foi realizado para apresentar um resumo de novas ações judiciais, que o Sindicato dará entrada nos próximos meses e beneficiará os sindicalizados.   Na ocasião, também foram apresentados dois novos convênios. O primeiro, ...

    Susp é criado com vetos que desvalorizam operadores de segurança

    Foi sancionada pelo presidente Michel Temer, no dia 11 de junho, a lei que cria o Sistema Único de Segurança Pública (Susp) e a Política Nacional de Segurança Pública e Defesa Social. O Susp será coordenado pelo Ministério Extraordinário da Segurança Pública e tem como principal objetivo a integração dos órgãos de segurança e inteligência, a padronização de informa&...

    Sindicato passa a integrar o Focates

      O Sindicato dos Policiais Federais do Espírito Santo (Sinpef-ES) assinou, na última sexta-feira, 15, sua entrada no Fórum de Carreiras Típicas do Estado do Espírito Santo (Focates). A associação reúne entidades sindicais e associativas das Administrações Públicas Federais, Estaduais e Municipais, representativas de carreiras que desenvolvem atividades essenciais e exclusivas do Estado Brasileiro nos Poderes Exec...

    Sindicato reúne policiais federais aposentados

      Na última quinta-feira, 14 de junho, o Sindicato dos Policiais Federais do Espírito Santo (Sinpef-ES) realizou o Encontro dos Aposentados e Pensionistas. Com a presença de cerca de 40 filiados, o café organizado especialmente para o grupo foi um momento de atualização sobre as demandas da categoria e também de reencontro com os colegas.   Na pauta do bate-papo, foram repassadas informações sobre as negociaç&otil...

    Legislação defasada reflete na desvalorização da carreira de Policial Federal

    O trabalho da Polícia Federal vem há muitos anos conquistando respeito e credibilidade da sociedade e ganhou ainda mais evidência após o início da Operação Lava Jato, em 2014, cujo grande diferencial foi a formação de uma Força Tarefa constituída por diversos integrantes de variados cargos.   Porém, nem todos os profissionais desse órgão têm o correspondente reconhecimento na lei, tampou...

    Clique aqui para exibir mais notícias