Domingo, 19 de Novembro de 2017

UM NOVO MODELO DE POLÍCIA PARA O BRASIL






A POLÍCIA FEDERAL
SOMOS NÓS!

21/03/2017

FENAPEF DEFENDE INDENIZAÇÃO DE FRONTEIRAS PARA POLICIAIS FEDERAIS EM SEMINÁRIO DO SINDIRECEITA

O presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef), Luis Boudens, participou como palestrante do Seminário Fluxo do Comércio Internacional Brasileiro, promovido pelo Sindicato dos Analistas Tributários da Receita Federal (SindiReceita). A diretora de Comunicação da Fenapef, Magne Cristine, esteve presente no evento, que ocorre durante toda esta quarta-feira (21), em Brasília (DF).

 

Durante sua fala, Boudens relatou a experiência como agente federal que atuou na Operação Sentinela, em Foz do Iguaçu (PR). A operação é uma ação permanente para combater crimes transnacionais e é resultado de uma força conjunta da Polícia Federal, Polícia Rodoviávia Federal (PRF), Receita Federal e Força Nacional, com apoio das polícias militares e civis dos estados onde a operação ocorre.

 

O presidente destacou as deficiências e fragilidades da estrutura brasileira para o controle de fronteiras, especialmente no que se refere aos policiais federais e os prejuízos sociais e econômicos advindos do contrabando e descaminho. Todos os anos, esses crimes subtraem dos cofres públicos brasileiros mais de R$ 100 bilhões.

 

Como medida emergencial para melhorar a atuação dos policiais federais na fronteira, Boudens defendeu veementemente a regulamentação da Lei de Indenização de Fronteiras, o que aumentaria a eficiência policial nesses postos. “Se o órgão periodicamente troca a equipe que conduz a investigação, todo o trabalho de inteligência, levantamento de dados e acompanhamento fica prejudicado”, diz.

 

Entre as soluções apresentadas por Boudens, estão a modificação na política de lotação de policiais federais e a modificação na estrutura de acesso à carreira de policial federal para obedecer a critérios de mérito e experiência em uma área estratégica da atividade policial.

 

Boudens também propôs a regulamentação imediata da Indenização de Fronteira e Locais de Difícil Provimento; a especialização dos policiais federais em monitoramento de fronteiras, imigração e crimes fronteiriços; a extinção da terceirização do trabalho policial em postos de fiscalização de fronteira; e a realização de acordos de cooperação com os países que fazem fronteira com o Brasil.

 

O evento contou com a participação de representantes de entidades do setor público e privado, entre eles a Federação Nacional dos Policiais Rodoviários Federais (Fenaprf), Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais Federais Agropecuários (Anffa), Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais do Trabalho (Sinait)

 

Fronteirômetro
Durante o seminário, o SindiReceita lançou o fronteirômetro, uma ferramenta para que a sociedade acompanhe em tempo real a projeção de 2017 para a movimentação de veículos, cargas, e pessoas pela fronteira brasileira.

 

De acordo com o presidente da entidade, Antônio Seixas, a iniciativa visa chamar atenção para a importância da fiscalização e do controle de fronteiras. “Precisamos aprofundar e ampliar esse debate, para evitar que armas, munições, drogas e produtos contrabandeados chegam ao Brasil todos os dias e cause uma série de prejuízos para a sociedade brasileira”.

 

Indenização de Fronteira
Na tarde dessa terça-feira (21), o presidente da FENAPEF se reunirá com o secretario de Gestão de Pessoas e Relações de Trabalho no Serviço Público do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestao, Augusto Chiba. O encontro tem como objetivo articular a regulamentação da Lei que garante o pagamento de indenização aos policiais e servidores que atuam na faixa de fronteira do Brasil.


Fonte: Agência Fenapef


    NOTÍCIAS

    Congresso debate novo modelo de investigação criminal

    Congresso sobre Segurança Pública em Vitória reúne mais de 100 participantes para debater soluções para sistema brasileiro.    Na última quinta-feira, 09 de novembro, autoridades e profissionais da área de segurança pública, acadêmicos e a sociedade civil como um todo se reuniram para debater as falhas e a falência do sistema de segurança pública brasileiro. O “1º Congresso sobr...

    Advogado defende fim de inquérito policial e do cargo de delegado

    Roberto Darós lança hoje livro em que propõe mudanças na estrutura das polícias   Agente da Polícia Federal com mais de 30 anos de carreira, o advogado Roberto Darós propõe mexer em toda a estrutura da segurança pública para diminuir os números da violência. A principal sugestão? Acabar com o inquérito policial e, por consequência, com o cargo de delegado.   “O modelo de inv...

    Segurança Pública

    Advogado criminalista lança livro convidando a sociedade para o novo pacto reformista da Segurança Pública   Advogado criminalista, professor e mestre Direito Processual Penal, Roberto Darós, convida para o 1° Congresso sobre Segurança Pública: O Novo Pacto Reformista da Sociedade Brasileira na Estruturação da Defesa Social. Na oportunidade, o livro de mesmo nome será lançado. O evento será no dia 09 de novem...

    Policial Federal lança livro sobre a segurança pública brasileira

    Classificado por juristas e especialistas em Segurança Pública como “inovador” e “primoroso trabalho sobre o tema”, o estudo científico desenvolvido pelo Agente de Polícia Federal e mestre em Direito Processual, Roberto Antônio Darós, já está à venda no site da editora Juruá.   O livro, intitulado Segurança Pública – O Novo Pacto Reformista da Sociedade Brasileira na Estrutura&...

    Sinpef-ES e Transparência Capixaba lotam sessão especial do filme sobre a Lava Jato

    O Sindicato dos Policiais Federais do Espírito Santo (Sinpef-ES) e a Transparência Capixaba realizaram na última segunda-feira, 11 de setembro, uma sessão de cinema especial para exibir o filme “Polícia Federal – A Lei é para Todos”, que conta a história dos bastidores da Lava Jato. Reunindo mais de 300 pessoas no Kinoplex do Shopping Praia da Costa, em Vila Velha, o evento teve a presença de policiais federais, autoridades...

    MCEE se posiciona contra propostas de Reforma Política

    MCEE se posiciona contra propostas de Reforma Política apresentadas pelo Congresso Nacional   O Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral no Espírito Santo (MCCE) divulga nota se posicionando contra as propostas de Reforma Política que vêm sendo conduzidas pelo Congresso Nacional. De acordo com a entidade, os deputados federais e senadores estão defendendo os interesses próprios em projetos que não espelham o anseio da ...

    Sinpef-ES passa a integrar organização internacional

    O presidente do Sindicato dos Policiais Federais do Espírito Santo (Sinpef-ES) e Diretor Parlamentar da Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef), Marcus Firme dos Reis, participou, nesta quarta e quinta-feira, 26 e 27 de julho, da assembleia geral de 2017 da Organização Internacional de Policiais de Língua Portuguesa (OIP), vinculada à Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP). O evento ocorreu na sede da CPLP, loc...

    Representantes do Sinpef-ES participaram do 11º Encontro do Fórum de Segurança Pública

    O presidente do Sindicato dos Policiais Federais do Espírito Santo (Sinpef-ES), Marcus Firme dos Reis, e o vice-presidente, Hélio de Carvalho Freitas Filho, participaram do 11º Encontro do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, que ocorreu na última semana, em São Paulo. O evento teve como tema central “Reforma e Modernização das Instituições Policiais”, contando com a presença de pesquisadores, ...

    NOTA MCCE

    Sinpef-ES e demais entidades do MCEE se posicionam contra destinação de cerca de R$ 6 bilhões para Fundo Eleitoral   O Sindicato dos Policiais Federais do Espírito Santo (Sinpef-ES) e as demais entidades que integram o Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral no Espírito Santo (MCCE) divulgaram nota se posicionando contra a possibilidade de destinação de cerca de R$ 6 bilhões para o Fundo Eleitoral do pleito de...

    Um novo modelo de Polícia para o Brasil

    Luís Boudens e Felipe Santa Cruz saem em defesa de um novo modelo de Polícia para o Brasil.   Em artigo publicado no dia 30 de junho deste ano na Folha de S. Paulo, o presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef), Luís Antônio Boudens, e o mestre em Direito e Sociologia pela Universidade Federal Fluminense e presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/Rio), Felipe Santa Cruz, traçam o que seria, no entender dos dois ...

    Clique aqui para exibir mais notícias